“Volta, Lula” em 2018 pode comprometer futuro do PT

Diante de uma campanha difícil e de uma vitória apertada, há sinais de que parte da militância petista já estaria ressuscitando (ainda que discretamente) o espírito da campanha “Volta, Lula” que gerou burburinho meses antes das eleições 2014.

Algumas posturas de membros do partido no último domingo sinalizam isso. Por mais de uma vez, Dilma Rousseff (PT) foi interrompida durante seu discurso de vitória por gritos eufóricos de militantes em elogio ao ex-presidente. Já Rui Falcão, que preside o partido, afirmou a jornalistas que apoia um eventual retorno de Luiz Inácio Lula da Silva à disputa presidencial daqui quatro anos.

Para Paulo Baía, professor da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), o sentimento dos petistas é compreensível. Segundo ele, as dificuldades do primeiro governo de Dilma derivam do fato de ela não ter um perfil parecido com o do ex-sindicalista. Enquanto Lula esbanja carisma, a presidente reeleita é apontada como mais “tecnocrata”.

Continuar lendo

Redação do Enem exige opinião e argumentação dos candidatos; veja dicas

Faltando poucos dias para o Enem 2014 (Exame Nacional do Ensino Médio), que será nos dias 8 e 9 de novembro, ainda é possível se preparar para a redação, que tem um peso importante na prova e tira o sono de muitos candidatos. A dica, segundo professores ouvidos pelo UOL, é separar um tempo para ler notícias e pesquisas sobre temas que foram muito discutidos neste ano.

“É importante ler sobre temas relacionados a cidadania, direitos humanos, meio ambiente, ética e diversidade cultural, que são os eixos temáticos da prova do Enem”, afirma a professora de redação Francisca Barros, do Sistema Ari de Sá.

“Uma coisa interessante é dar uma lida na Declaração Universal dos Direitos Humanos, que pode ajudar na hora da argumentação. O aluno pode citar um artigo, deixar claro que estudou e sabe o que está escrito lá”, diz Jorge Júnior (mais conhecido entre os alunos como JJ), professor e coordenador do Colégio e Curso Intellectus.

Continuar lendo

Bancada da bala pode ajudar a reduzir maioridade

 

 

 

 

 

Em 2015, Câmara terá pelo menos 21 deputados ligados à segurança e que defendem mais punição a menores.

Se ganhar a eleição presidencial, no próximo dia 26 de outubro, o candidato do PSDB à Presidência, Aécio Neves, terá condições favoráveis para conseguir a aprovar a redução da maioridade penal. Além de o senador Aloysio Nunes (PSDB-SP), seu vice, ser autor de um projeto que pune menores de idade como adultos em caso de crimes hediondos, a Câmera dos Deputados vai ser composta, a partir de 2015, por uma “bancada da bala” de 21 deputados federais, segundo levantamento da reportagem de CartaCapital.

A maior parte dos integrantes da bancada é ou foi policial civil, militar e federal originalmente e tem como principal bandeira de campanha endurecer as penas contra os adolescentes que cometem atos infracionais graves. Cinco deles são ainda os mais votados em seus respectivos estados – Ceará, Distrito Federal, Goiás, Pará e Rio de Janeiro–, o que significa que contam com o apoio de uma parcela considerável da população para conseguir a aprovação de tal medida. Para se ter uma ideia, de acordo com pesquisa feita entre o instituto Vox Populi e a revista CartaCapital de 2013, 89% dos brasileiros acreditam que o País deve obrigar, por lei, jovens infratores a responder criminalmente como adulto a partir dos 16 anos de idade.

Continuar lendo

Sim, estresse: escola top de Brasília incentiva clima de pressão

Basta uma rápida caminhada pelo pátio da escola que teve a melhor nota do Enem (Exame Nacional do Ensino Médio) no Distrito Federal e se percebe o clima de pressão no ambiente. No Colégio Olimpo de Brasília, o estresse é considerado combustível para o bom desempenho do estudante. Tanto que a instituição adota slogans como “exigente como a vida” e alunos desfilam no local com camisetas e pastas com a sugestiva mensagem “Yes, Stress” [Sim, estresse].

Alunos da instituição chegam a estudar 16 horas por dia para se preparar para oEnem e para as provas do vestibular. Desse total, cerca de oito horas são em sala de aula e o resto do tempo é dividido em atividades de apoio pedagógico, oficinas e a preparação individual dos estudantes. “Deixamos o ambiente da escola para o aluno estudar. Alguns ficam até a noite”, diz o diretor pedagógico Vinicius de Miranda.

Continuar lendo

Canal do YouTube usa games clássicos para ensinar filosofia

Canal do YouTube usa games clássicos para ensinar filosofia – Notícias – UOL EducaçãoO que os filósofos Platão e Jean Paul Sartre têm em comum com games do Nes, videogame da década de 1980? Dois cineastas norte-americanos se perguntaram isso para criar uma série de vídeos educativos unindo teorias muitas vezes difíceis com jogos clássicos.

Os episódios do 8-Bit Philosophy estão disponíveis no YouTube (acesse aqui, em inglês). Criados por Jacob S. Salamon e Jared F. Bauer, eles são inspirados sucesso de uma outra série da dupla, a Thug Notes (acesse aqui). Nesta, um “mano” abusa das gírias para resumir e analisar de forma séria obras literárias que vão de “Édipo Rei” e “Macbeth” a “Jogos Vorazes” e “O Hobbit”.

“Depois de fazer o Thug Notes, sabíamos que o próximo assunto que queríamos abordar era a filosofia”, diz Bauer. A questão se tornou “Como podemos deixar a filosofia mais palatável e não tão séria?”, conta.

Continuar lendo